Boro

Atualizado: 25 de fev.

O que começou como uma técnica japonesa para fazer roupas durar mais se tornou uma maneira de criar itens exclusivos que são originais, criativos, fáceis de fazer e muito bonitos. O boro pode parecer estranho para as pessoas comuns, mas no mundo do índigo e dos tecidos japoneses, ele tem uma história para contar. O estilo boro foi usado pelos japoneses rurais do século XIX e início do século XX. Quando uma capa de quimono ou futon de dormir começava a desgastar em uma determinada área, as mulheres da família remendavam com um pequeno pedaço de tecido usando costura sashiko.

Ao longo de gerações de famílias, esses tecidos adquiriam cada vez mais remendos, quase a ponto de o observador comum ser incapaz de reconhecer onde o tecido original começava. Coberto de restos de índigo, o que é belo para nós foi outrora vergonhoso para esses japoneses. À medida que se recuperavam após o fim da Segunda Guerra Mundial, para alguns, os tecidos de boro tornavam-se relíquias que os lembravam de seu empobrecido passado rural. Marcas japonesas modernas e famosas trouxeram do passado a técnica que hoje se tornou um "must haven" entre os fashionistas.


E, hoje, mais do que nunca em que a sustentabilidade e o slow fashion invadiu as passarelas a técnica Boro está no ápice da lista.


Quer saber mais?


Baixe o nosso e-book no final da página e saiba um pouco mais sobre as tendências Boro e High Deff quilting.





56 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo